27°
Máx
13°
Min

Vai fazer uma viagem longa de ônibus? Movimente-se

(Foto: Divulgação) - Vai fazer uma viagem longa de ônibus? Movimente-se
(Foto: Divulgação)

Viagens de longa duração são comuns, principalmente em um País do tamanho do Brasil. Quilômetros e quilômetros de estradas cortam o território, mas as longas distâncias não são empecilho para quem gosta de viajar.

Por esse motivo, as empresas de ônibus investem cada vez mais em carros que ofereçam conforto ao passageiro. Poltronas reclináveis, ambiente climatizado e apoio para os pés deixam os deslocamentos mais agradáveis. “Entre as características que fazem as pessoas optarem pelo serviço das empresas de ônibus está o conforto que os nossos veículos proporcionam ao passageiro”, afirma Roberto Teixeira, diretor executivo da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina, a Fepasc.

Apesar do conforto, viagens longas podem gerar dores e até mesmo problemas na circulação sanguínea. “A pessoa que fica em uma mesma posição por muito tempo pode apresentar uma diminuição na velocidade de retorno do sangue dos pés para o coração, podendo favorecer o aparecimento de uma trombose venosa profunda, que é a formação de um coagulo dentro das veias dos membros inferiores”, explica o Dr. Jorge Timi, cirurgião vascular do Hospital VITA.

Para prevenir problemas, como os indicados pelo médico, é importante se movimentar durante a viagem. “Andar no corredor do ônibus é perigoso, pois pode ocasionar quedas durante a passagem do veículo por curvas e mesmo em frenagens bruscas. Por isso, o passageiro deve realizar a dorsiflexão dos pés, sem precisar levantar-se da poltrona”, explica o médico.

Dr. Timi explica o movimento: sentado na poltrona, o passageiro apoia a ponta do pé e eleva o calcanhar, a seguir volta o pé inteiro apoiado no assoalho, seguindo do apoio do calcanhar e elevação da ponta do pé, retorno ao apoio do pé inteiro no assoalho. Isto deve ser repetido durante 10 a 15 minutos por hora.

As empresas de ônibus também se preocupam com o número de paradas nas viagens longas. “Seguindo uma norma da Agência Nacional de Transporte Terrestre, os ônibus rodoviários fazem paradas de quatro em quatro horas”, pontua o diretor da Fepasc. Segundo o Dr. Jorge Timi, essas paradas são fundamentais para que, tanto os passageiros, quanto o motorista caminhem para melhorar a circulação.


Confira cinco dicas para deixar sua viagem mais agradável

  • Movimentar os pés e esticar as pernas sempre que possível;
  • Usar roupas folgadas e leves que não apertem;
  • Comer alimentos ricos em fibras (pera e maçã);
  • Comer alimentos ricos em vitamina E (óleos vegetais e sementes);
  • Manter-se hidratado; Na dúvida, não deixe de consultar um médico.

Colaboração Assessoria de Imprensa