20°
Máx
14°
Min

Abilio Diniz diz que Brasil retoma esperança, mas evita classificar novo governo

O empresário Abilio Diniz considerou nesta sexta-feira, 10, que o Brasil vive um período de retomada da "esperança" com a mudança no cenário político e início do governo do presidente em exercício Michel Temer. Ele evitou qualificar o governo e disse que não o classifica em "bom ou ruim", mas considerou que a retomada da esperança no País já é um importante passo.

"O País passou grandes dificuldades, mas está descobrindo o caminho", disse Diniz, que participou de evento na capital paulista sobre inovação e empreendedorismo . "O importante é que voltou a esperança e, com ela, voltou a confiança."

O empresário foi questionado a respeito de suas opiniões sobre as medidas econômicas sob o governo Temer, mas respondeu apenas que uma análise "levaria pelo menos duas horas e meia". "O governo tem um período de interinidade e isso traz alguma intranquilidade, mas isso vai passar e teremos uma situação definida", afirmou.

Angola

Abilio Diniz também fez considerações sobre os investimentos em Angola durante o evento em São Paulo e destacou a insegurança no país africano. Questionado durante um painel sobre países africanos de língua portuguesa, Diniz afirmou que a empresa de alimentos BRF, da qual ele é presidente do Conselho de Administração, "tem grande quantidade de pagamentos para receber" no país e que tem havido "default".

Ao ser perguntado novamente por jornalistas se haveria dívidas sem pagamento junto a BRF em Angola, ele não respondeu e não deu detalhes.

Diniz discursou afirmando que a Angola é um país importante é uma "porta para a África", mas declarou que "investidores buscam regras claras e segurança".

Namíbia

O executivo disse ainda que estava prestes a viajar para a Namíbia. "Estamos indo à Namíbia embora, como mercado, Angola seja muito melhor pra nós", declarou. De acordo com ele, a atratividade da Namíbia está no fato de o país ter um "relacionamento espetacular com países vizinhos" e pela economia local estar em crescimento.