22°
Máx
17°
Min

Agosto registrou o melhor resultado do ano para financiamento de veículos

O mês de agosto registrou, até agora, o melhor resultado do ano no mercado de crédito para aquisição de veículos. Os recursos liberados na carteira de Crédito Direto ao Consumidor (CDC) totalizaram R$ 7,2 bilhões, valor 9,1% maior do que o registrado em julho e 1% superior ao mesmo mês de 2015. O maior montante havia sido registrado em março deste ano, quando foram liberados R$ 6,6 bilhões para o financiamentos de veículos. Os números são da Associação Nacional das Empresas Financeiras de Montadoras (Anef).

Pessoas físicas receberam, em agosto, R$ 6,3 bilhões (alta de 8,9% em relação a julho, mas queda de 0,4% na comparação com o mesmo mês de 2015). Enquanto isso, às pessoas jurídicas foram concedidos R$ 896 milhões, montante 10,6% maior em relação ao mês anterior e 11,7% em relação a agosto do ano passado. O saldo das carteiras de veículos foi de R$ 166,4 bilhões, volume 0,8% menor que o de julho e 13,5% inferior à média dos últimos 12 meses. O indicador corresponde a 2,7% do PIB, ante 3,3% no mesmo período de 2015.

Em relação aos juros, as taxas cobradas pelos bancos das montadoras foram mais atrativas aos consumidores. Enquanto os bancos independentes ofereceram, em agosto, taxas de 1,96% ao mês e de 26,2% ao ano, as taxas dos bancos das montadoras foram de 1,77% e 23,43%, respectivamente. A taxa de inadimplência de pessoas físicas no oitavo mês do ano foi de 4,6% - mesmo índice registrado em julho. Para pessoas jurídicas, a inadimplência foi de 5%, queda de 0,2 ponto em relação a julho.

A Anef refez suas projeções para este ano. A entidade estima que o saldo de financiamento fique em R$ 155,7 bilhões, queda de 15% em relação ao resultado alcançado em 2015, que foi de R$ 183,2 bilhões. O volume de recursos liberados deve ter queda de 15,8%, passando de R$ 92 bilhões para R$ 77,5 bilhões.