24°
Máx
17°
Min

Alívio com Brexit ajuda e Bovespa sobe

A Bovespa opera em alta nesta sexta-feira, 17, diante da percepção no exterior de que diminuiu a probabilidade de um rompimento do Reino Unido com a União Europeia, o chamado "Brexit". Por volta das 11 horas, o Ibovespa avançava 1,05%, aos 49.930,73 pontos, em linha com os ganhos vistos nos mercados acionários europeus.

As ações da Petrobras sobem 4,27% (ON) e 3,88% (PN), na esteira da valorização de mais de 2,0% dos contratos futuros de petróleo em Londres e Nova York, que interrompem uma sequência de seis sessões em baixa.

O apetite dos investidores por ativos de risco é estimulado por rumores de que o plebiscito que decidirá o futuro britânico, marcado para a próxima quinta-feira, pode ser cancelado depois da morte da deputada trabalhista Jo Cox na quinta-feira, 16. As campanhas para a votação foram suspensas após o assassinato da parlamentar, que ela era contra a saída do país do bloco econômico.

Acompanhamento feito pelo Deutsche Bank mostra que os placares das casas de aposta sinalizam que a probabilidade de o Reino Unido permanecer na União Europeia subiu de 61% para 66% após o crime.

Já em Wall Street, o Dow Jones caía 0,24%, o S&P 500 tinha baixa de 0,25% e o Nasdaq recuava 0,51%, em um dia de poucos destaques na agenda dos Estados Unidos. Após fecharem a sessão em alta na quinta, os índices acionários não mostram muita força para manter a sequência positiva.