28°
Máx
17°
Min

Analistas preveem menor retração do PIB de 2016; de 3,71% para 3,60%

De um modo geral, as previsões das instituições privadas para a atividade doméstica melhoraram no Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 13, pelo Banco Central. Para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2016, a mediana das projeções continua em queda, mas mais tênue, de -3,60% ante -3,71% da semana passada e de -3,88% de um mês atrás.

Para 2017, a previsão do mercado também está mais otimista, com a mediana das expectativas passando de +0,85% para +1,00%. Quatro semanas atrás, a pesquisa apontava alta de 0,50%.

Também melhorou a estimativa para a produção industrial deste ano, que saiu de queda de 5,90% para recuo de 5,87% - um mês atrás, estava em -5,85%. Para 2017, no entanto, a previsão ainda continua no terreno positivo (0,80%), mas em nível inferior ao visto no levantamento passado (1,00%). Quatro semanas atrás estava em +0,74%.

Para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB em 2016, a mediana das previsões saiu de 42,00% - onde já se encontrava um mês antes - para 43,00% de uma semana para outra. No caso de 2017 no boletim Focus, as expectativas se mantiveram em 47,00%, mesma taxa da semana passada e também de um mês atrás.