24°
Máx
17°
Min

Anel de fibra óptica vai gerar economia de R$ 2 milhões por ano em Toledo

Divulgação - Anel de fibra óptica deve gerar economia de R$ 2 milhões por ano
Divulgação

Interligar todos os órgãos públicos municipais. Com este intuito a Prefeitura de Toledo iniciou em 2015 a implantação de um anel de fibra óptica visando dar mais qualidade e trazendo economia no processo de transmissão de dados. A previsão é diminuir os custo sem aproximadamente R$ 2 milhões por ano, totalizando R$ 38 milhões considerando que a estrutura vai operar por duas décadas conforme informações da empresa que irá realizar a instalação da última etapa. 

A assinatura do contrato para a última etapa, unindo 176 Pontos de Acesso de Governo (PAG’s), foi realizada no final do mês de setembro. O projeto foi batizado pelos técnicos do Departamento de Informática da Prefeitura como Toledo Digital. Os primeiros investimentos vieram com recursos dos Ministérios das Comunicações e da Justiça e totalizaram R$ 1,28 milhão. Estes investimentos resultaram em uma economia anual estimada em 1.058.486,74. 

Conforme a servidora municipal Elizabeth Balcewicz, a economia veio por meio do cancelamento dos links de comunicação com a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito (R$195.631,80), 18 PAG’s (R$ 214.385,62), videomonitoramento de 17 câmeras novas(R$ 326.637,72) e 13 antigas (R$ 137.915,52) e outro pontos diversos, chamado de ‘Capilaridade 1’, (R$ 183.916,08). A diminuição das despesas proporcionou a possibilidade de integração total, com a última etapa, chamado de ‘Capilaridade2’, com um investimento de R$ 987.900,00.

Para o prefeito Beto Lunitti, o investimento supre a necessidade da construção de uma infraestrutura de rede ágil e veloz, pois o município pagava um valor alto para terceirizar os serviços de rede, voz, dados e imagem. “Era um alto custo e o principal fator para que não fossem contratadas as velocidades ideais era esse valor a ser pago”. Beto disse que a partir da apresentação do planejamento técnico e a comprovação da viabilidade a Prefeitura optou pelos investimentos. 

 A implantação do anel deu mais segurança e estabilidade à transmissão de dados, “pois se a fibra é rompida num ponto, a informação continua ‘correndo’ pelo outro lado”, disse o diretor de Informática, Robson Vozniaki acrescentando que o cruzamento de dados aumenta a produtividade do funcionalismo público, proporcionando condições de melhorar a fiscalização e, consequentemente, os índices de retorno de receitas.

Com a fibra óptica também será possível ampliar o aproveitamento das lousas digitais instaladas nas escolas municipais. 

Colaboração: Assessoria.