20°
Máx
14°
Min

Anfavea revê previsão de vendas e já considera queda da produção em 2016

Com a piora do mercado de veículos em 2016, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) reviu para baixo as suas projeções de produção e venda em 2016. Agora, a Anfavea espera queda de 5,5% na produção, para 2,296 milhões de unidades, e retração de 19% nos emplacamentos, para 2,080 milhões de unidades. Antes, as previsões eram, respectivamente, de alta de 0,5% e baixa de 7,5%.

Por outro lado, a associação melhorou a sua estimativa para as exportações, em meio a um câmbio mais favorável e a assinatura de novos acordos comerciais. A expectativa passou de crescimento de 8% para expansão de 21,5%.

As previsões anteriores da Anfavea haviam sido divulgadas na primeira coletiva do ano, em janeiro.

O presidente da Anfavea, Antonio Megale, afirmou que, para o mercado interno, o início da recuperação só deve vir no fim deste ano, em um cenário que considera a adoção de medidas de ajuste fiscal por parte do governo. Com as medidas e estabilização do ambiente político, Megale espera um aumento da confiança do consumidor, que se somaria a uma sazonalidade favorável do segundo semestre para o consumo.