22°
Máx
16°
Min

Aplicativo que agenda ‘pelada’ é selecionado no Crowd Londrina

(foto: Divulgação) - Aplicativo que agenda ‘pelada’ é selecionado no Crowd Londrina
(foto: Divulgação)

Quatro projetos de base tecnológica foram selecionados para integrar o primeiro grupo de empreendedores a serem apoiados pelo Crowd Londrina. O espaço foi lançado em maio pelo Telefónica Open Future, programa de incentivo ao empreendedorismo e à inovação aberta do Grupo Telefónica, em parceria com a UEL – Universidade Estadual de Londrina – e o Sebrae Paraná. O objetivo é impulsionar projetos em fase inicial de desenvolvimento.

Nas próximas semanas, os empreendedores selecionados já iniciam os trabalhos no espaço compartilhado, dentro da sede da Aintec - Agência de Inovação Tecnológica, por meio da Intuel – Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da UEL, no próprio campus da universidade. A ideia é incentivá-los a colocar em prática suas iniciativas, fornecendo infraestrutura de espaço, suporte técnico, capacitações e mentoria. Essa etapa é conhecida como pré-aceleração, tem duração de 12 meses e torna o negócio preparado para um financiamento maior no futuro.

Os quatro projetos digitais escolhidos dentre as 16 propostas inscritas são bastante distintos entre si, com atuação nas áreas editorial, organização de jogos, arquitetura e design de interiores e em marketing digital.

A inSoccer tem como proposta criar um aplicativo em forma de rede social para organizar jogos de futebol de maneira fácil e rápida. Além disso, traz um sistema de gestão para os estabelecimentos de aluguel de campos.

No segmento editorial, a Editora Digital irá desenvolver a plataforma eBook Kids, que permite a leitura de livros infantis digitais com recurso de realidade aumentada. Outra empresa selecionada é a Inside Places, que desenvolve ambientes em 360 graus com imersão em realidade virtual para arquitetura e design de interiores, utilizando técnicas de fotorrealismo.

Por fim, a Tad Target desenvolverá uma plataforma para conectar um produto ao cliente certo. A ferramenta pode ser usada em e-commerce, apps e sites de venda de serviços e produtos para melhor direcionamento do marketing digital.

Os projetos em desenvolvimento nos Crowds têm a oportunidade de receber apoio de futuros investidores e aceleradoras, como a Wayra, que também integra as iniciativas do Telefónica Open Future, e vai acompanhar as startups nessa fase de pré-aceleração.

Fabrício Binachi, consultor do Sebrae/PR, lembra que o Crowd Londrina é um projeto pioneiro. “É uma oportunidade única de entrar no radar de uma empresa global, que investe em negócios de alto impacto”, destaca. Durante os três ciclos de aceleração, de quatro meses cada um, o Sebrae/PR vai oferecer às empresas serviços de consultoria, mentoria e acompanhamento, tudo dentro da metodologia desenvolvida pela Wayra.

(com assessoria de imprensa)