22°
Máx
14°
Min

Aportes a planos de previdência complementar aberta crescem 18,7% em 2015

As contribuições feitas por titulares dos planos de previdência complementar aberta somaram R$ 95,6 bilhões no ano passado, aumento de 18,7% em relação ao observado um ano antes, de acordo com dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi).

A entidade apontou ainda que os indicadores consolidados mostram que a captação líquida dos planos, que é a diferença entre captação e resgates, registrou saldo de R$ 48,9 bilhões, expansão de 22%. "Mesmo diante de um cenário econômico adverso em 2015, o investidor manteve a estratégia de buscar formação de poupança de longo prazo para garantir renda complementar na aposentadoria", disse o novo presidente da FenaPrevi, Edson Franco.

Hoje, ainda segundo a federação, 12.501.390 indivíduos possuem planos de previdência complementar aberta, sendo que, deste total, 9.293.887 são participantes de planos individuais (já computados os planos para menores) e 3.207.503 de planos empresariais. Já 86.802 pessoas usufruem dos benefícios pagos por planos abertos de caráter previdenciário.

O levantamento mostra ainda que os planos individuais foram os que mais receberam recursos. No total, foram investidos R$ 88,5 bilhões na modalidade, crescimento de 21%.

Em dezembro, as contribuições feitas por titulares dos planos de previdência complementar aberta foram de R$ 13,2 bilhões alta de 22,2% ante o observado no mesmo período do ano anterior. No mês de dezembro, as contribuições aos planos individuais totalizaram R$ 11,7 bilhões.