27°
Máx
13°
Min

Após abertura morna, Bovespa se firma em alta e renova máximas com ajuda de NY

Depois de uma abertura morna, a Bovespa engrenou e firmou-se em território positivo na manhã desta quarta-feira, 14, refletindo o início dos negócios em Wall Street. Às 10h38, o Ibovespa subia 0,49%, aos 57.097,31 pontos, recuperando parte das perdas de 3,01% da véspera e após rondar a estabilidade durante a primeira meia hora de pregão.

Em Wall Street, o dia também é de correção da forte queda de terça, embora continuem no radar os próximos passos do Federal Reserve, que se reúne na semana que vem. Por lá, o Dow Jones sobe 0,06%, o S&P 500 avança 0,08% e o Nasdaq tem ganho de 0,33%.

Na última hora, os contratos futuros de petróleo apagaram os ganhos vistos mais cedo e se consolidaram em baixa de mais de 1,0%, à espera da pesquisa semanal do Departamento de Energia (DoE) sobre os estoques de petróleo nos EUA, que será divulgada às 11h30.

O levantamento anterior mostrou uma expressiva queda de 14,5 milhões nos estoques de petróleo bruto, número que muitos analistas relacionaram à passagem de furacões pelo Golfo do México. A previsão é de que nesta quarta o DoE aponte aumento de 5,4 milhões nos estoques da semana passada. Perto do fechamento deste texto, o Brent para novembro caía 1,25% na ICE, a US$ 46,53 por barril, enquanto o WTI para outubro recuava 1,20% na Nymex, a US$ 44,36 por barril.