22°
Máx
14°
Min

Após comprar Ale, Ultra lidera altas na Bolsa

No dia seguinte ao anúncio da compra da rede de postos Ale pela Ipiranga, do Grupo Ultra, as ações da Ultrapar lideram as altas no pregão da BM&FBovespa. Os papéis da companhia subiram 4,9% no pregão de segunda-feira, 13, e fecharam o dia cotados a R$ 69,19. A distribuidora de combustíveis Ipiranga é o principal negócio do Ultra, representando cerca de 85% do faturamento de R$ 75,6 bilhões que o conglomerado apurou em 2015.

Com a aquisição da Ale, a fatia de mercado da Ipiranga subiria dos atuais 14,6% para 17,7% - uma vez que a Ale, quarta companhia do setor, detém hoje participação de 3,1%. Com a união das empresas, a marca do Ultra ficaria bem mais próxima da líder BR Distribuidora, da Petrobras, que hoje domina 19,7% do mercado brasileiro.

Pelo negócio anunciado no domingo, que ainda depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), o Ultra vai pagar R$ 2,1 bilhões pela Ale, que tem 2 mil postos de combustíveis em todo o Brasil, que se somarão aos 7,2 mil da bandeira Ipiranga.

Do total do acordo, no entanto, serão descontados R$ 737 milhões referentes ao endividamento da Ale em 31 de dezembro de 2015. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.