20°
Máx
14°
Min

Arsesp reduz tarifas de gás natural da GasBrasiliano em até 12,2%

A GasBrasiliano informou nesta terça-feira, 31, que a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) anunciou a redução de 3,4% a 12,2% da tarifa do gás natural comercializado pela concessionária para consumidores industriais, comerciais e residenciais, no noroeste do Estado de São Paulo. Além disso, houve a redução de 8,2%, ou R$ 0,1268 por metro cúbico, no Gás Natural Veicular (GNV) comercializado nos postos de combustível.

A redução nas tarifas para a indústria variará de 6,6% e 12,2%, dependendo da faixa de consumo. No comércio, a baixa ficará entre 4,5% a 5,9% e para as residências a queda na tarifa será menor, iniciando em 3,4%, com teto de 5,9%. As maiores baixas nas tarifas serão para os consumidores que utilizam o maior volume mensal de gás e, consequentemente, as menores reduções para os clientes com menor consumo.

"Essa redução tarifária sinaliza o cenário muito positivo no qual o gás natural se encontra, consolidando o mercado e reforçando as potencialidades deste combustível", informou ou diretor técnico comercial da GasBrasiliano, José Waldir Ferrari. A concessionária atende 35 municípios paulistas com 17 mil clientes. Houve ainda a queda de 12,7% nos preços do gás natural comprimido, transportado por caminhões para abastecimento de algumas cidades pela GasBrasiliano, cujo preço ao consumidor depende de outras variáveis, como o frete, por exemplo.

A GasBrasiliano foi a única das três concessionárias paulistas cuja revisão tarifária apontou queda em todas as faixas de consumo para todos os clientes. Na semana passada, a Arsesp anunciou mudanças nas tarifas da Comgás, cuja variação ficou entre alta de 2,25%, no caso do GNV, a queda de 21,58%, aos maiores consumidores industriais. Já as tarifas da Gás Natural São Paulo Sul variaram de alta de 6,38%, para os consumidores residenciais, a queda de 2% para os grandes consumidores da indústria.