24°
Máx
17°
Min

Atividade da indústria paulista cai 0,6% em agosto ante julho, diz Fiesp

A produção da indústria paulista caiu 0,6% em agosto comparativamente a julho, descontados os efeitos sazonais, segundo o Indicador do Nível de Atividade (INA) divulgado nesta quinta-feira, 29, pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A entidade reportou também revisão feita no dado de julho comparativamente a junho de uma queda de 0,6% para um recuo menor, de 0,5%.

Na leitura dos dados originais de agosto comparativamente a julho, sem o expurgo dos efeitos sazonais, a atividade fabril paulista recuou 2,3%, segundo o Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp (Depecon).

Quando comparado com agosto do ano passado, o INA mostra uma queda de 7,7%. De janeiro a agosto em relação ao mesmo período do ano passado, a produção industrial paulista recuou 9,6%, mesma taxa de queda para o período de 12 meses até agosto.

Para o fechamento deste ano, a Fiesp projeta queda de 6,4% no nível de atividade da indústria, o que, se for confirmado, mostrará uma pequena piora em relação ao ano passado, quando o INA caiu 6,2%.

"Este resultado é uma indicação clara de que a recuperação pretendida e anunciada ainda não chegou para a indústria paulista. Não vemos sinais de retomada efetiva", afirmou o diretor do Depecon, Paulo Francini.

Indicador Sensor

A confiança dos empresários industriais paulistas recuou 0,3% na passagem de agosto para setembro, para 49,1 pontos, segundo o Indicador Sensor da Fiesp. O indicador varia numa escala de zero a 100 pontos. Leituras abaixo de 50 significam diminuição das expectativas positivas.

Dos cinco itens que compõem o Sensor, só o estoque registrou alta de 2,7 pontos, subindo a 52,9 pontos. As quedas foram registradas por mercado (1,2 ponto), vendas (1,8 ponto), emprego (0,9 ponto) e investimento (0,8 ponto).