27°
Máx
13°
Min

Bancos oficiais vão trabalhar de forma integrada, diz nova presidente do BNDES

Os bancos oficiais, e até a Petrobras, passarão a trabalhar de forma integrada, disse nesta quarta-feira, 1º de junho, a nova presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos Marques. "Isso pode parecer óbvio, mas não necessariamente é. Hoje existe uma política integrada, uma política de governo, e o objetivo é comum: retomar o crescimento, o emprego, resolver essa grave crise fiscal que nós temos."

Ela disse que vai trabalhar na área de infraestrutura e concessões, mas ao mesmo tempo vai rever as atuais políticas do banco, "para verificar quais projetos trazem retorno para a sociedade".

O pagamento de RS 100 bilhões do BNDES ao Tesouro já está na programação deste ano, afirmou ela. Isso não deve prejudicar o financiamento às concessões porque esse programa deve ser suportado com recursos privados. "As pessoas se esquecem que o BNDES sempre se financiou com recursos privados. Hoje é um mercado que está fechado, mas com a retomada do crescimento poderemos voltar ao mercado de capitais, fazer captação internacional. O importante é dar um pontapé inicial e começar. Quando o ciclo positivo começa, tudo fica mais fácil."