22°
Máx
17°
Min

Bancos públicos estudam medidas para retomada econômica, dizem presidentes

Os novos presidentes dos bancos públicos afirmaram que o Banco do Brasil (BB) e a Caixa Econômica Federal terão papel fundamental na ampliação do crédito para a retomada da economia brasileira. Nesta quarta-feira, 1º de junho, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre deste ano caiu 0,3% em relação ao quarto trimestre do ano passado e a recessão brasileira completa dois anos.

Logo após a cerimônia de posse, no Palácio do Planalto, Paulo Caffarelli, que assume o comando do Banco do Brasil, disse que o banco e as outras duas instituições estatais (Caixa e BNDES) estão juntos em busca de soluções para o momento econômico do País. "Isso se faz com estímulo à exportação, com aumento do crédito para as empresas, (com efeito) na retomada do crescimento econômico", afirmou, em curta entrevista.

Já o novo presidente da Caixa, Gilberto Occhi, disse que o governo do presidente em exercício, Michel Temer, busca a reversão dos números ruins da economia. "Vamos trabalhar para que sejam retomadas as ações produtivas para que o Brasil possa voltar a crescer. A Caixa vai continuar a ser grande contribuidora dessas medidas", afirmou.