22°
Máx
17°
Min

BC da China diz que irá manter crescimento do crédito sob controle no país

O presidente do Banco Central da China, Zhou Xiaochuan, se comprometeu a manter o rápido crescimento do crédito no país sob controle, no momento em que a recuperação econômica global "se normaliza". "Conforme a recuperação econômica global se normaliza gradualmente, a China terá certo controle sobre o crescimento do crédito", afirmou Zhou em comunicado divulgado no site do Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês).

O forte crescimento do crédito na China refletiu os esforços do governo para combater os riscos e impulsionar o crescimento econômico, já que o impulso econômico global havia perdido vigor, disse o PBoC.

Os empréstimos inadimplentes têm crescido no sistema bancário chinês, mas os riscos gerais são controláveis, disse Zhou durante a reunião semestral do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial em Washington na semana passada, segundo o PBoC.

Em outro comunicado, o PBoC também disse que o governo presta muita atenção ao rápido crescimento nos preços das residências em algumas cidades. Segundo a instituição, serão tomadas medidas para garantir o desenvolvimento saudável do mercado imobiliário.

O financiamento total social da China - uma medida ampla de novo crédito na economia que inclui tanto financiamentos de bancos como de outras instituições - totalizou 11,755 trilhões de yuans (US$ 1,7533 trilhão) ao longo dos primeiros oito meses do ano, alta de quase 11% na comparação com igual período de 2015, segundo os dados do banco central. Fonte: Dow Jones Newswires.