21°
Máx
17°
Min

BC da Rússia decide manter juros e taxa básica permanece em 11%

O Banco Central da Rússia decidiu nesta sexta-feira manter as taxas de juros. Com isso, a taxa básica de juros no país continua em 11% pela sexta reunião seguida. A instituição afirmou que pretende voltar a cortar os juros, assim que diminuírem os riscos inflacionários.

O BC russo disse que os riscos inflacionários continuam altos no país. A expectativa do BC é que a inflação desacelere para 5% em abril de 2017 e para 4% no fim de 2017. As expectativas inflacionárias estão desacelerando no país, disse a instituição, que afirmou também que pode cortar os juros em uma de suas próximas reuniões e que a economia russa está mais perto de uma recuperação.

O banco central disse esperar que a inflação anual acelere em breve, dos 7,3% vistos no fim de abril deste ano, mas deve desacelerar posteriormente. A meta do BC é de 4% ao ano de inflação, mas o plano de levar os preços para esse patamar pode ser atrapalhado pelos preços do petróleo, pelas expectativas inflacionárias e pela incerteza sobre o equilíbrio orçamentário no futuro.

A próxima reunião do BC russo foi anunciada para 10 de junho.

O rublo reagiu em alta à decisão. Às 8h28 (de Brasília), o dólar operava a 64,226 rublos, de 64,359 antes da decisão. Fonte: Dow Jones Newswires.