24°
Máx
17°
Min

BC: venda líquida com leilões de linha em outubro até dia 7 soma US$ 525 milhões

O Banco Central registrou em outubro, até o dia 7, venda líquida de US$ 525 milhões em leilões de linha. O volume é fruto de uma operação de venda registrada no dia 4, terça-feira, exatamente neste valor.

Na sexta-feira, dia 30 de setembro, o Banco Central promoveu dois leilões de linha (A e B) com oferta total de até US$ 4 bilhões. Na ocasião, a instituição informou que US$ 2,4 bilhões da oferta eram para rolagem de contratos que estavam para vencer no início de outubro. O restante (US$ 1,6 bilhão) era dinheiro novo oferecido pelo Banco Central por meio de linhas.

Na época, o mercado financeiro enxergou na oferta do BC uma tentativa de "acalmar" o mercado de cupom cambial - mais especificamente, do FRA de cupom de curto prazo, que subia em função de fortes saídas de dólares pelo mercado à vista na última semana de setembro. Como a operação ocorreu no dia 30 e foi registrada em D+2 (na terça-feira, 4 de outubro), o resultado aparece agora nos números divulgados pelo Banco Central. Estes US$ 525 milhões colocados acabaram representando uma parcela pequena da oferta total de US$ 4 bilhões.