22°
Máx
16°
Min

BCE não discutiu ampliação do programa de compras mas avalia opções, diz Draghi

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou nesta quinta-feira que a instituição manterá os juros "em níveis atuais ou menores por tempo prolongado". Segundo Draghi, o BCE encarregou comitês de avaliar opções para os programas de compras. Ele ainda ressaltou que o programa de compra de bônus vai até março de 2017 "ou além, se necessário".

Draghi disse que não foi discutida mais cedo uma ampliação no prazo do programa de compras de bônus - parte do mercado esperava para hoje o anúncio de uma extensão nessa iniciativa. De acordo com o dirigente, o BCE usará "todos os instrumentos, se necessário", para atingir sua meta de apoiar a economia da zona do euro e impulsionar a inflação.

Em entrevista coletiva após o BCE manter a política monetária, Draghi disse que será mantido um montante "muito substancial" de apoio monetário e que a instituição monitora os acontecimentos econômicos e nos mercados muito atentamente. A autoridade monetária advertiu que o cenário-base do BCE "está sujeito a riscos de baixa". Para ele, a inflação está seguindo esse cenário até agora.

Draghi disse esperar que o PIB real da zona do euro cresça de forma "moderada, mas constante". De acordo com ele, porém, a recuperação deve ser comprometida pela demanda externa contida. Draghi pediu uma "intensificação substancial" das reformas estruturais na região da moeda comum e que o foco esteja em ações para aumentar a produtividade.

Em relação às projeções atualizadas do BCE, divulgadas nesta quinta-feira, Draghi afirmou que as mudanças feitas na comparação com as estimativas anteriores não são substanciais o suficiente para alterar o rumo da política.