27°
Máx
13°
Min

Bendine, sobre balanço da Petrobras: empresa avançou no que se comprometeu

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, afirmou que é preciso comemorar e reconhecer os esforços da companhia em 2015, com avanços no que a empresa se comprometeu. Segundo o executivo, 2015 foi um ano extremamente difícil para a indústria de petróleo com a redução do valor do Brent. No ano passado, destacou, o preço do barril foi pouco superior a US$ 50, enquanto em 2014 estava em quase US$ 100. A Petrobras divulgou nesta segunda-feira, 21, os seus resultados consolidados de 2015.

O executivo destacou que a baixa do petróleo motivou a baixa contábil em diversos ativos da companhia. "A empresa demonstra transparência em relação ao resgate da credibilidade", afirmou Bendine, que agradeceu o quadro da companhia, "que tem gerado energia positiva em relação ao que a gente se propôs".

O presidente da companhia também afirmou que a Petrobras teve um resultado gerencial positivo, "muito bom", além da geração de fluxo de caixa positivo após oito anos, de R$ 15,6 bilhões. Desde 2007, a empresa não registrava fluxo de caixa positivo. Ele ressaltou ainda que a divida em dólar, com a valorização frente ao real, teve recuo.