24°
Máx
17°
Min

Blue chips sobem na Bovespa, e influência dos futuros de NY é positiva

A Bovespa sobe nesse início de pregão de terça-feira, 16, de baixa liquidez, impulsionada pelas blue chips. A influência do exterior é positiva, principalmente por conta dos futuros de Nova York, que avançam mais de 1%. Na Europa, os sinais são mistos, sendo que a bolsa de Londres e de Paris também estão em alta.

Segundo um operador de renda variável, a valorização também acontece em parte por conta do vencimento de opções sobre o índice futuro, programado para a quarta-feira, 17. "Os estrangeiros estão comprados em mais de 140 mil contratos no índice", afirmou.

O comportamento do petróleo continua dando o tom em mercados financeiros no exterior e ajuda a valorizar os papéis da Petrobras. Mesmo tendo exibido uma forte desaceleração na alta observada durante a madrugada, os contratos futuros da commodity sobem pouco mais de 1% tanto em Nova York quanto em Londres.

Às 10h28, o Ibovespa subia 0,49% aos 40.298,36 pontos. E a ON da Petrobras avançava 0,78%.

No cenário interno, a notícia de que o varejo teve uma queda em dezembro (-2,7% na margem) e ao longo do ano passado (-4,3%) contribuiu para aumentar a cautela de investidores.