27°
Máx
13°
Min

BoE/FORBES: estímulos adicionais causariam mais depreciação da libra

Kristin Forbes, membro do Comitê de Política Monetária do Banco da Inglaterra (BoE), disse nesta quarta-feira que estímulos adicionais poderiam causar uma depreciação maior da libra esterlina. Forbes votou contra alguns aspectos do pacote de estímulos de agosto, argumentando que as medidas eram prematuras. Em audiência parlamentar, ela disse que, na ocasião, achou que seria melhor esperar e fazer ajustes graduais na política monetária à medida que novos dados fossem divulgados.

Vários economistas acreditam que é muito cedo para dizer se a economia vai evitar uma desaceleração, já que as incertezas quanto à futura relação do Reino Unido com seus maiores parceiros comerciais pode continuar pesando sobre as perspectivas por algum tempo.

O presidente do BoE, Mark Carney, disse estar "confortável" com a decisão da autoridade monetária de reduzir juros e tomar outras medidas para combater uma desaceleração da economia após os britânicos terem votado pela saída da União Europeia.

Ele acrescentou que existem sinais de estabilização da economia e que as medidas devem contribuir para que a saída do Reino Unido da União Europeia seja bem-sucedida. Segundo Carney, o risco de recessão no Reino Unido diminuiu desde os estímulos de agosto.

Inicialmente, sondagens referentes a julho sugeriam uma desaceleração acentuada da economia. No entanto, dados de produção industrial divulgados nesta quarta-feira mostraram retomada do crescimento. Fonte: Dow Jones Newswires.