20°
Máx
14°
Min

Bolsas da Europa caem com bancos neutralizando ganhos do setor de commodities

As bolsas europeias encerraram os negócios em campo negativo nesta quarta-feira, 11, com as perdas nas ações do setor financeiro ofuscando os ganhos de empresas ligadas a commodities. O índice pan-europeu Stoxx 600 baixou 0,45%, para 334,74 pontos.

O desempenho decepcionante dos bancos italianos no primeiro trimestre minou a confiança dos investidores e contaminou as operações ao redor da Europa. A bolsa de Milão fechou em queda de 1,32%, aos 17.698,08 pontos, puxada pelo tombo de 9,09% nas ações do Banco Popolare. As ações da Banca Popolare di Milano caíram 6,38%, acompanhadas pelas do UniCredit (-3,73%) e da Banca Monte dei Paschi di Siena (- 2.41%).

Em Paris, as ações do BNP Paribas baixaram 1,00% e as do Société Générale recuaram 1,40%. O índice CAC-40 terminou em queda de 0,50%, aos 4.316,67 pontos, apesar da alta de 3,97% nos papéis da ArcelorMittal.

Já em Frankfurt, as ações do Deutsche Bank caíram 1,90% e contribuíram para a retração de 0,70% do índice DAX, que fechou aos 9.975,32 pontos. As ações do Thyssenkrupp, entretanto, subiram 3,12%, se recuperando de perdas anteriores.

A alta das commodities no mercado internacional deu fôlego às ações do setor. Em Londres, o índice FTSE-100 teve força para fechar em leve alta, de 0,09%, aos 6.162,49 pontos, impulsionado pelas mineradoras e petroleiras. Os papéis da Anglo American saltaram 5,38%, enquanto os da BHP Billiton subiram 2,66% e os da Tullow Oil avançaram 4,82%.

Na bolsa de Madri, o destaque ficou com a Telefónica, depois que a Comissão Europeia bloqueou nesta manhã a venda da britânica O2, controlada pela espanhola, para o grupo Hutchison Whampoa, que opera com a marca Three no Reino Unido. Bruxelas argumenta que a operação vai limitar a concorrência no mercado britânico. Juntas, O2 e Three teriam 40% do mercado e 34 milhões de clientes. A venda havia sido anunciada em março do ano passado por 10,25 bilhões de libras - cerca de R$ 51 bilhões. As ações da Telefónica caíram 1,07% em Madri e o índex Ibex-35 baixou 1,27%, para US$ 8.663,90 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI-20 fechou em baixa de 1,11%, aos 4.880,39, com a queda de 2,74% nas ações do Banco Comercial Português. (Com informações da Dow Jones Newswires)