22°
Máx
16°
Min

Bolsas da Europa fecham em alta com avanço das commodities e de olho no BCE

As bolsas europeias fecharam em alta nesta quarta-feira, 9, véspera da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), influenciadas por uma recuperação dos preços das commodities, que haviam recuado na sessão anterior.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,49%, aos 339,14 pontos, com ganhos generalizados entre os setores. Mais notadamente, as ações europeias receberam impulso da alta do petróleo, que se firmou na hora do almoço com a divulgação de que os estoques de gasolina e derivados caíram mais do que o esperado nos Estados Unidos. A queda compensou a alta dos estoques de petróleo bruto e da produção no país, e levou a cotação do Brent a subir mais de 4% no pregão da Intercontinental Exchange (ICE), em Londres.

Investidores, no entanto, mantiveram cautela à espera da reunião do BCE. A maioria acredita que a instituição anunciará novos estímulos na tentativa de reavivar a inflação na região do euro.

"Operadores precisam ter em mente a possibilidade de que o BCE desaponte novamente, como em dezembro", disse, em nota, Fawad Razaqzada, analista técnico da Forex.com. Com "os preços do petróleo voltando a subir e a desvalorização do euro, o BCE pode decidir esperar novamente para ver o que acontece. Este cenário pode pegar o mercado de surpresa, o que levaria a uma forte liquidação de ativos", afirmou.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em alta de 0,34%, aos 6.146,32 pontos, beneficiado pelo desempenho de mineradoras como a Glencore e a BHP Billiton, que subiram 2,50% e 1,19%, respectivamente. Os papéis das petrolíferas como a Shell (+1,84%) e a BP (+0,51%) também subiram. Já em Paris, o CAC-40 avançou 0,49%, aos 4.425,65 pontos, com destaque para a LafargeHolcim, que liderou os ganhos com alta de 2,26%.

O índice DAX da bolsa de Frankfurt terminou com ganho de 0,31%, aos 9.723,09 pontos. As ações da BMW recuaram 1,85% após a proposta de distribuição de dividendos da montadora desapontar investidores. Já em Milão, o FTSE-Mib subiu 1,06%, aos 18.208,92 pontos. O destaque ficou com a Mediaset, que subiu 6,84%. Já os bancos fecharam sem direção única: Intesa Sanpaolo avançou 1,21%, enquanto a Banca Popolare di Milano recuou 1,69%.

O índice Ibex-35 da bolsa de Madri encerrou em alta de 0,24%, aos 8.761,10 pontos. Já o PSI-20 da bolsa de Lisboa ganhou 0,55%, aos 4.887,09 pontos. Com informações da Dow Jones