24°
Máx
17°
Min

Bolsas da Europa fecham em alta com dados positivos e de olho na reunião do Fed

Os principais índices acionários europeus encerraram em alta nesta quarta-feira, 27, beneficiados por indicadores e resultados corporativos positivos, na expectativa com a reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). O índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou em alta de 0,43%, aos 342,72 pontos.

Investidores reagiram à divulgação de resultados como o da Telecom Itália (+7,79%), que registrou lucro líquido de 1 bilhão de euros no segundo trimestre e revisou para cima suas expectativas para os resultados deste ano, e da alemã Bayer (1,12%), cujo lucro subiu 18,6% no período. Em Paris, a Air France (-0,69%) divulgou que conseguiu reverter o prejuízo do trimestre anterior e lucrar 41 milhões de euros entre abril e junho, mesmo sob impacto dos ataques terroristas.

Por outro lado, Deutsche Bank (-3,15%) informou uma queda de 98% em seu lucro líquido no segundo trimestre, na comparação anual, com desempenho mais fraco em seu banco de investimentos e custos de reestruturação.

Os mercados também repercutiram um crescimento maior do que a esperado do PIB do Reino Unido no segundo trimestre. A economia britânica avançou 0,6% na comparação trimestral e 2,2% na comparação anual, acima da expectativa de 0,4% e 2,0%, respectivamente.

Apesar do otimismo, houve certa cautela antes das reuniões de política monetária do Fed, que anuncia sua decisão esta tarde, e do Banco do Japão (BoJ), que o faz na madrugada de quinta para sexta-feira. A "avaliação sobre os riscos relacionados ao Brexit para os EUA e a economia global será chave para manter aberta a possibilidade de novas altas de juros em 2016", disse James Ruddiman, diretor de câmbio da Audere Solutions, em nota.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em alta de 0,39%, em dia de volatilidade, beneficiado pelo desempenho das ações da ITV (6,75%) e da Jame's Place (3,80%), que também anunciaram seus resultados hoje. Em Paris, o CAC-40 subiu 1,19%, aos 4.446,96 pontos.

Em Frankfurt, o DAX ganhou 0,70%, aos 10.319,55 pontos, apesar do tombo do Deutsche Bank, que liderou as perdas. Em Milão, o FTSE-Mib subiu 0,99%, aos 16.319,55 pontos, com destaque para a STMicroeletronics, que subiu 10,46% após um bom resultado trimestral.

Em Madri, o Ibex-35 subiu 1,18%, aos 8.661,40 pontos. Em Lisboa, o PSI-20 avançou 0,74%, aos 4.708,62 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)