21°
Máx
17°
Min

Bolsas da Europa fecham em alta com fraqueza do euro ante o dólar

As principais bolsas da Europa fecharam em alta na sessão desta terça-feira, 30, impulsionadas pela fraqueza do euro ante o dólar, que acabou ajudando as empresas exportadoras. A única exceção foi a Bolsa de Londres, que sofreu pressão devido à queda do petróleo.

A queda do euro ante o dólar é resultado do índice de confiança do consumidor dos Estados Unidos, que avançou bem mais do que o esperado e estimulou a moeda norte-americana. Com essa alta, o petróleo passou a cair, uma vez que a commodity, cotada em dólar, fica mais cara para os investidores estrangeiros. Nesse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,45%, aos 344,75 pontos.

Sensível a flutuações do mercado de commodities, o FTSE 100, de Londres, recuou 0,25%, aos 6.820,79 pontos e foi o único dos índices europeus mais importantes a fechar no campo negativo. Entre os setores mais afetados estão o de energia e o de mineração, com destaque negativo para a Rio Tinto, que recuou 4,74%, e para a BHP Billiton, que caiu 3,66%. Na quarta-feira, 31, os investidores ficam atentos aos números sobre confiança do consumidor britânico e ao dado de inflação da França.

Em Frankfurt, o índice DAX avançou 1,07%, aos 10.657,64 pontos, ajudado pela boa performance das exportadoras alemãs. Entre os destaques positivos estão as montadoras BMW, que subiu 2,06%, e Volkswagen, que ganhou 1,96%. Na quarta-feira, o dado sobre desemprego na Alemanha em agosto pode mexer com os mercados.

Assim como na Alemanha, o setor automotivo impulsionou o índice francês CAC-40, de Paris, que subiu 0,75% e fechou aos 4.457,49 pontos. A Peugeot e a Renault tiveram alguns dos maiores ganhos e avançaram 1,36% e 1,12%, respectivamente. BNP Paribas e a seguradora AXA também tiveram bom desempenho e fecharam em alta de 1,94% e 1,89%, respectivamente.

O setor bancário do índice FTSE Mib, de Milão, também se beneficiou e fechou em alta de 1,42%, aos 16.891,42 pontos. Entre os maiores ganhos está o do Intesa Sanpaolo, que subiu 2,46%, e do UniCredit, que avançou 2,20%. A Fiat Chrysler também teve bom desempenho e ganhou 2,48%.

Em Madri, o Ibex 35 teve alta de 0,80% e fechou aos 8.685,40 pontos. Já em Lisboa, o PSI 20 avançou 0,30% e encerrou o pregão aos 4.710,29 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)