22°
Máx
14°
Min

Bolsas da Europa fecham em alta com repercussão do Fed e alta das commodities

As principais bolsas da Europa fecharam em alta nesta quinta-feira, 22, dia marcado pelo apetite por risco, com os investidores repercutindo a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) de quarta-feira. A autoridade decidiu pela manutenção dos juros na faixa de 0,25% a 0,50% e incentivou a perspectiva de menos elevações nos próximos anos.

O impacto da decisão do Fed gerou um efeito cascata, fazendo o dólar e os juros dos títulos de dívida dos governos caírem. A moeda americana mais fraca beneficiou as commodities que, por sua vez, puxaram as ações dos setores de energia e mineração nas praças europeias. Com esse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 1,58% e fechou aos 347,86 pontos.

Em Londres, a alta dos preços do petróleo ajudou as ações de energia, e o índice FTSE 100 fechou em alta de 1,12%, aos 6.911,40 pontos. Destaque positivo para a Solo Oil e para a BP, que subiram 4,55% e 2,43%, respectivamente. As mineradoras também se beneficiaram da alta das commodities, com a Glencore avançando 5,48% e a Rio Tinto 3,28%.

O DAX, de Frankfurt, fechou o dia com todas as ações em alta e avançando 2,28%, aos 10.674,18 pontos. A RWE, apoiada pelos preços do petróleo, foi o grande destaque do índice, encerrando em alta de 4,03%. Amanhã, o Índice preliminar dos Gerentes de Compras (PMI) Composto pode impactar o mercado local.

Em Paris, o CAC-40 subiu 2,27% e fechou aos 4.509,82 pontos. Assim como em Frankfurt, Paris encerrou o dia com todas as ações em alta. O destaque ficou com a siderúrgica ArcelorMittal, que, na esteira de alta das commodities, subiu 5,49%.

Milão avançou 1,76%, aos 16.637,69 pontos, com o setor de telecomunicações em destaque positivo. A Telecom Italia, a mais negociada do dia, subiu 2,54%. Já o setor bancário, que costuma guiar o índice italiano, não teve grandes movimentações: o Intesa Sanpaolo subiu 1,28%, enquanto o UniCredit ganhou 0,47%.

Em Madri, o Ibex 35 subiu 2,01%, aos 8.934,90 pontos. Já o PSI 20, de Lisboa, avançou 1,36%, aos 4.611,69 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires