22°
Máx
14°
Min

Bolsas da Europa fecham em baixa com petróleo e perdas no setor de tecnologia

As principais bolsas da Europa fecharam em baixa nesta quarta-feira, 12, pressionadas pela queda do petróleo e pelas perdas no setor de tecnologia europeu. Investidores também estavam mais cautelosos à espera da ata do Fed, que deve ser divulgada às 15h de Brasília. Com esse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 caiu 0,46%, aos 338.61 pontos.

O petróleo caía em Londres e Nova York. A commodity apagou os ganhos do início da sessão após o encerramento da reunião entre membros e não-membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, afirmou que não foram discutidos no encontro números específicos sobre congelamento ou corte na produção, o que gerou ceticismo da parte dos investidores sobre o acordo preliminar anunciado pela Opep há duas semanas.

Contudo, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que o país está pronto para se juntar a outros países da Opep em congelar a produção de petróleo caso o grupo chegue a um acordo. A queda pressionou ações de empresas europeias ligadas ao setor petrolífero.

O setor de tecnologia europeu também amargava perdas, depois que a Ericsson emitiu um alerta sobre o resultado do terceiro trimestre, uma semana depois de ter anunciado planos de cortar cerca de 20% de sua força de trabalho nacional. As ações da empresa sueca caíram 20,21%, enquanto os papéis da finlandesa Nokia perderam 5,13%.

Em Londres, o índice FTSE 100 recuou 0,66%, para 7.024,01 pontos. Os negócios foram influenciados pelo começo fraco da temporada de balanços. A recuperação da libra após a informação de que a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, deu aval ao Parlamento para avaliar o seu plano de tirar o país da União Europeia (Brexit) também influenciou o mercado. As ações da British Petroleum caíram 0,40%. Os papéis da BHP Billiton recuaram 0,04%.

Na Bolsa de Paris, o CAC-40 fechou com perdas de 0,44%, a 4.452,24 pontos, com investidores cautelosos antes da divulgação da ata do Fed que pode sinalizar um aumento na taxa de juros dos Estados Unidos. As ações da Sanofi recuaram 1,15%, depois que a empresa anunciou uma multa de US$ 100 milhões devido a um acordo em litígio sobre o medicamento Cipro. Na quinta-feira, investidores vão ficar atentos à varejista Casino, que reporta as vendas do terceiro trimestre antes da abertura do mercado.

Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,51%, a 10.523,07 pontos, pressionado principalmente pelo petróleo em baixa. Os papéis da Fresenius caíram 1,76% e os da SAP cederam 1,58%. As ações da Lufthansa avançaram 4,30%, na melhor performance entre as blue chips, ainda se recuperando das fortes quedas em setembro.

Os papéis da BASF terminaram estáveis mesmo com a empresa divulgando lucros acima do esperado. O mercado também está atento à ata do Fed que será divulgada mais tarde.

Em Milão, o índice FTSE Mib terminou com baixa de 0,02%, a 16.470,28 pontos. O Ibex, da Bolsa de Madri, caiu 0,08%, para 8.686,50 pontos. Na Bolsa de Lisboa, o índice PIS 20 fechou em queda de 0,21%, para 4.555,34 pontos. Com Dow Jones Newswires