22°
Máx
17°
Min

Bolsas da Europa fecham em direções opostas com expectativa de estímulos do BCE

Os principais índices acionários da Europa encerraram em direções divergentes nesta quinta-feira, 18, influenciadas por balanços mistos, queda de commodities como o cobre e pela ata da última reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), que sinalizou para a adoção de novos estímulos na região. O índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou em leve alta de 0,04%, aos 328,91 pontos.

As praças europeias tiveram um bom início de sessão, amparadas pela ata do BCE, que indicou um aumento dos riscos neste ano, diante da possibilidade de inflação baixa por um período maior por causa da fraqueza do petróleo. O documento elevou em investidores a expectativa sobre uma nova rodada de estímulos na região.

O otimismo, no entanto, foi sendo erodido ao longo do dia com a fraqueza de commodities como o cobre, que caiu com a divulgação de dados fracos da inflação chinesa, e o petróleo, que desacelerou após a divulgação de uma alta maior do que a esperada dos estoques de combustíveis nos Estados Unidos.

A bolsa de Londres foi a que mais sentiu a fraqueza das commodities. O índice FTSE-100 encerrou em queda de 0,97%, aos 5.971,95 pontos, pressionado por papéis como a da Anglo American (-7,70%), da BP (-1,27%) e da Shell (-3,23%).

Já em Milão, o FTSE-Mib encerrou em baixa de 1,53%, aos 17.112,36 pontos, influenciado pelo desempenho do setor financeiro. "Os bancos (italianos) estão sendo penalizados com as notícias de um "Brexit" vindos do Conselho Europeu", disse um operador. As ações da Banca Monte dei Paschi di Siena lideram as quedas, com recuo de 10,09%, enquanto Unicredit cedeu 5,54%.

Em Paris, o CAC-40 encerrou em alta de 0,15%, aos 4.239,76 pontos, com destaque para os papéis da Air France-KLM (+10,66%), que anunciou seu primeiro lucro anual desde 2008. Já em Frankfurt, o índice DAX encerrou em alta de 0,92%, aos 9.463,64 pontos, com as ações da Lufthansa 3,89% se beneficiando da alta da concorrente francesa.

Em Madri, o Ibex-35 fechou em queda de 0,83%, aos 8.295,40 pontos. Já em Lisboa, o PSI-20 recuou 0,49%, aos 4.749,09 pontos.