24°
Máx
17°
Min

Bolsas da Europa fecham em leve alta em dia de Federal Reserve

Os principais índices acionários europeus terminaram em alta nesta quarta-feira, 27, dia de pouco movimento por causa da expectativa com a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). A tradicional cautela dos investidores cedeu algum espaço à valorização de ativos na esteira da alta dos preços do petróleo e de alguns balanços positivos. O índice Stoxx 600 fechou em alta de 0,29%, aos 348,32 pontos.

O BC dos Estados Unidos não deve anunciar nenhuma mudança nesta quarta-feira. Ainda assim, operadores e analistas estarão atentos ao comunicado em busca de alguma sinalização sobre o rumo da política monetária da maior economia do mundo. Outro fator observado é o Banco do Japão (BoJ), que deve anunciar sua decisão na madrugada da quinta-feira.

À espera desses BCs, as bolsas europeias subiram amparadas na alta do petróleo, que se manteve em no azul mesmo após o Departamento de Energia dos EUA (DoE, na sigla em inglês) divulgar que os estoques de petróleo bruto subiram acima do esperado, e que os estoques de gasolina avançaram em vez de cair, como o mercado previa.

Outro fator positivo foi a publicação de resultados trimestrais positivos, como o da Adidas (5,95%), que elevou sua estimativa para os ganhos de 2016 após uma alta de 50% nos lucros por ação, o Barclays 0,49%, que subiu após o resultado do trimestre ficar acima do esperado por analistas.

A maior discordância desse cenário veio da bolsa de Atenas, onde o índice Athex composto caiu 2,51% após relatos de que negociadores gregos e europeus chegaram a um impasse sobre as condições da próxima rodada do resgate financeiro ao país.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em alta de 0,56%, aos 6.319,91 pontos, influenciada pelas ações dos setores de energia e mineração, como BP (1,74%) e Anglo American (4,45%). Já o índice DAX da bolsa de Frankfurt avançou 0,39%, aos 10.299,83 pontos, beneficiada pela Adidas.

Em Paris, o índice CAC-40 subiu 0,58%, aos 4.559,40 pontos, impulsionado por aços de energia e por empresas que publicaram resultados positivos, como a CapGemini (6,43%) e Valeo (3,88%). As ações da Peugeot Citroen, por outro lado, recuaram 0,78% após a montadora registra uma queda de 1,4% nas vendas do primeiro trimestre. Em Milão, o índice FTSE-Mib avançou 0,43%, aos 18.750,62 pontos.

O índice Ibex-35 da bolsa de Madri teve valorização de 0,53%, aos 9.332,60 pontos. Já o PSI-20 da bolsa de Lisboa ganhou 0,43%, aos 5.050,96 pontos.(Com informações da Dow Jones Newswires)