22°
Máx
17°
Min

Bolsas da Europa fecham em queda após decisão do Fed e com temores sobre Brexit

As principais bolsas europeias fecharam em queda nesta quinta-feira, 16, repercutindo as decisões do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e do Banco do Japão (BoJ) de manter inalterada suas políticas monetárias. Investidores também permanecem cautelosos em função da votação sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia, que acontece daqui a uma semana. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,72%, aos 321,29 pontos.

Esta é a sexta sessão consecutiva de queda dos índices na região. Hoje, os mercados reagiram negativamente à reunião de ontem do Fed, que revisou sua perspectiva de crescimento para este ano e indicou que irá ter uma postura ainda mais gradual sobre a elevação de juros.

"Em geral, operadores puxam as bolsas para cima quando o Fed sinaliza que não tem pressa para elevar os juros. Isto não aconteceu dessa vez", disse Naeem Aslam, analista-chefe de mercado da Think Forex UK, em nota. "Eles estão questionando a estratégia do Fed. O recuo da expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) também não é um bom sinal."

Investidores também estão apreensivos em relação à votação do Brexit, no próximo dia 23. O evento também foi um dos fatores citados pela presidente do BC norte-americano, Janet Yellen, para justificar a manutenção das taxas. Nesta quinta-feira, uma pesquisa da Ipsos Mori mostrou uma vantagem de 6 pontos porcentuais para os que defendem a saída do país da UE.

Em Londres, o FTSE-100 caiu 0,27%, aos 5.950,48 pontos, um pouco melhor que as demais praças da região após a divulgação de números positivos do varejo. A decisão do Banco da Inglaterra (BoE) de manter inalterada sua política monetária era amplamente esperada. Em Frankfurt, o DAX caiu 0,59%, aos 9.550,47 pontos, pressionado por comentários do instituto Ifo afirmando que o Brexit faria o valor do euro subir e prejudicaria o crescimento econômico da Alemanha.

Em Paris, o CAC-40 caiu 0,45%, aos 4.153,01 pontos, pressionado pela decisão do BoJ de não mexer em sua política monetária mesmo com a forte queda do iene em relação às demais moedas. Em Milão, o FTSE-Mib caiu 0,98%, aos 16.351,90 pontos, ao passo que Madri fechou em queda de 0,62%, aos 8.199,90 pontos, e Lisboa perdeu 0,89%, aos 4.424,25 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)