27°
Máx
13°
Min

Bolsas da Europa fecham em queda, pressionadas por petróleo, mineradoras e Fed

As principais bolsas da Europa encerraram o pregão desta terça-feira, 15, em queda, pressionadas pela baixa dos preços do petróleo e de ações de mineradoras, além da cautela antes da decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). O índice pan-europeu Stoxx 600 recuou 1,07%, para 340,96 pontos.

Ainda que esteja previsto que o Fed não deve alterar os juros amanhã, os investidores vão buscar no comunicado e na entrevista da presidente da instituição, Janet Yellen, pistas sobre o futuro da política monetária dos EUA. As incertezas, portanto, geram cautela com ativos de maior risco, como ações.

Neste compasso de espera pelo Fed, a forte baixa do petróleo pelo segundo dia consecutivo assustou ainda mais os investidores. A commodity recuou diante de preocupações sobre o excesso de oferta, alimentadas pela recusa do Irã em congelar a sua produção.

Os

"Os investidores parecem cada vez mais preocupados com a direção dos preços do petróleo. A tendência de alta que havia se estabelecido em meados de fevereiro para a commodity está falhando, provocando a baixa também de outras matérias-primas", escreveu, em nota, o analista de mercado Tony Cross, da Trustnet Direct.

Em Londres, as ações de petroleiras puxaram o índice FTSE-100 para baixo, para 6.139,97 pontos (queda de 0,56%). Os papéis da BP baixaram 1,00% e os da Royal Dutch Shell recuaram 0,90%. Houve forte pressão das ações de mineradoras. Como o corte de dividendos da Antofagasta e o rebaixamento da recomendação da Anglo American e da Rio Tinto pelo banco Morgan Stanley, os papéis destas empresas baixaram, respectivamente, 4,47%, 10,81% e 4,00%.

Em Paris, as ações de empresas ligadas a commodities também tiveram fortes baixas. A siderúrgica ArcelorMittal cedeu 24,80%. O índice CAC 40 caiu 0,75%, para 4.472,63 pontos.

Em meio a novas notícias do escândalo de emissões, as ações da Volkswagen, negociadas em Frankfurt, tiveram queda de 2,25%. O índice alemão DAX recuou 0,56%, para 9.933,85 pontos.

A bolsa de Madri fechou em 8.988,30 pontos (baixa de 1,69%). A de Lisboa caiu para 5.003,19 pontos (-1,53%) e a de Milão recuou para 18.765,37 pontos (-1,14%). (Com Dow Jones Newswires)