26°
Máx
19°
Min

Bolsas da Europa fecham sem direção única após BCE manter taxas de juros

As principais bolsas da Europa fecharam sem direção única nesta quinta-feira, 8, com a agenda de indicadores da região esvaziada de dados. Os investidores voltaram suas atenções ao Banco Central Europeu (BCE), que anunciou a manutenção da política monetária e mexeu com os mercados, pressionando os índice acionários e fortalecendo o euro.

Ainda que a maioria dos investidores já esperasse a manutenção dos juros, muitos acreditavam num possível anúncio de ampliação do prazo para o programa de compra de bônus, que termina em março de 2017. Segundo o presidente do BCE, porém, a questão não foi nem discutida e essa informação disseminou mau humor nas praças europeias. Com esse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 recuou 0,33%, aos 349,32 pontos.

Londres caminhou na direção contrária do Stoxx 600 e fechou em alta de 0,18%, aos 6.858,70 pontos. Com a valorização do euro ante a libra, o índice FTSE 100 recebeu um fluxo de liquidez. Um dos maiores destaques é a Micro Focus International, que disparou 14,73% depois de entrar em acordo com a Hewlett-Packard para comprar a maior parte da operação de softwares da empresa. Amanhã, a balança comercial do Reino Unido deve ficar no radar dos investidores.

O DAX, de Frankfurt, por sua vez, recuou 0,72%, aos 10.675,29 pontos, pressionado pela decisão do BCE. A Linde liderou as perdas, com queda de 2,76%, contaminada pela baixa da Infineon, que perdeu 2,70%. No campo positivo, a Lufthansa subiu 3,59% e recuperou as perdas do início da semana.

Em Paris, o CAC-40 caiu 0,34%, aos 4.542,20 pontos, com a Schneider Electric se destacando pelas perdas de 2,31%. Amanhã, os investidores ficam de olho nos números da produção industrial da França.

Milão fechou o dia no campo positivo, em alta de 0,48%, com o FTSE Mib chegando aos 17.375,73 pontos. O setor bancário liderou os ganhos, com destaque para o UniCredit, que avançou 2,06%. O Intesa Sanpaolo subiu 1,58%, enquanto o Monte dei Paschi di Siena ganhou 3,65%.

Em Madri, o Ibex 35 avançou 0,95%, aos 9.101,10 pontos, enquanto o PSI 20, de Lisboa, subiu 0,21%, aos 4.767,19 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)