22°
Máx
17°
Min

Bolsas da Europa fecham sem direção única, após dia volátil com BCE e Opep

Os principais índices acionários da Europa fecharam a sessão desta quinta-feira, 2, majoritariamente em baixa, exceto Frankfurt e Madri. Os negócios foram marcados pela volatilidade devido às reuniões do Banco Central Europeu (BCE) e da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Mesmo com a maior parte das bolsas registrando perdas, o índice pan-europeu Stoxx 600 apresentou alta de 0,1% e fechou aos 344,35 pontos.

Após a reunião do BCE, o presidente Mario Draghi concedeu entrevista coletiva e destacou que a inflação na Europa deve se manter baixa ou negativa nos próximos meses. A previsão é que só haja aceleração no segundo semestre. Dessa forma, o BCE optou por manter a política monetária, com a taxa de juros de depósito negativa, em -0,40%.

"Vamos chamar isso de uma decepção prolongada, mas não surpreendente do BCE. Ele nunca iria tomar uma ação grande neste momento", disse Chris Beauchamp, analista sênior de mercado na IG.

O encontro da Opep também influenciou o mercado financeiro, após a organização descartar estabelecer um teto para a produção de petróleo. Com isso, as ações de petroleiras passaram a cair, devido à percepção dos investidores de que o excesso da commodity no mercado vai persistir.

Em Londres, o índice FTSE 100 fechou o dia em queda de 0,10%, aos 6.185,61 pontos, pressionado pelas quedas das ações de empresas ligadas a commodities. Os papéis da BP caíram 0,14% e os da Royal Dutch Shell perderam 0,30%.

Frankfurt, ao lado de Madri, foi na contramão das outras bolsas e fechou em alta, com o índice DAX acumulando ganhos de 0,03%, aos 10.208,00 pontos. As ações da Bayer fecharam em alta de 2,2%, mostrando recuperação das perdas dos últimos dias. A Lufthansa subiu 0,8%, após a Associação Internacional de Transportes Aéreos melhorar as previsões de lucro para o setor aéreo.

Em Paris, o índice CAC 40 registrou queda de 0,21%, aos 4.466,00 pontos, com as produtoras de petróleo liderando as perdas. A Total SA caiu 1,60% e a Lundin Petroleum recuou 0,79%.

Em Madri, o ganho dos bancos impulsionou o índice IBEX 35, que subiu 0,46%. Entre as maiores altas está a do Banco Popular Español, que liderou o volume de negócios e fechou com valorização de 5,23%.

Em Lisboa, o PSI 20 teve queda de 0,01%, para 4.850,00 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires)