22°
Máx
14°
Min

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, pressionadas por fraqueza de commodities

As bolsas europeias fecharam sem sinal único na manhã desta segunda-feira, 22. Em um dia sem indicadores importantes no continente, alguns mercados tiveram movimento negativo diante da fraqueza das commodities, que levou ao recuo das ações de empresas do setor; outros, porém, subiram, em parte apoiados pelo setor financeiro.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou o dia em alta de 0,29 pontos (0,09%), em 340,43 pontos.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE-100 caiu 0,44%, para 6.828,54 pontos. O setor de energia mostrou fraqueza, diante do recuo do petróleo - a commodity caiu com realização de lucros após altas recentes e com dúvidas sobre se haverá ou não um acordo para controlar a produção.

Além disso, a força do dólar pressionou as commodities, como o cobre, e levou ao recuo das mineradoras. A ação da Forte Energy caiu 8,51% e a da Xtract Resources teve baixa de 5%, enquanto Glencore recuou 2,23% e a petroleira BP caiu 1,48%. No setor bancário, Lloydes subiu 0,54%.

O índice DAX, da Bolsa de Frankfurt, caiu 0,47%, para 10.494,35 pontos, com a influência também da cautela antes de um discurso da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Janet Yellen, na sexta-feira, 26. No setor bancário, Commerzbank subiu 0,44% e Deutsche Bank avançou 0,17%; outros setores registraram queda: BASD recuou 0,87% e Thyssenkrupp caiu 3,04%.

Em Paris, o índice CAC-40 fechou em queda de 0,24%, em 4.389,94 pontos, também afetado pela cautela antes da fala de Yellen. Carrefour subiu 2,74% e Peugeot avançou 1,76%; mas Credit Agricole caiu 3,31% e Air France-KLM recuou 0,59%.

Na Bolsa de Milão, o índice FTSE-MIB subiu 0,36%, para 16.369,14 pontos. No setor bancário, Intesa Sanpaolo subiu 1,04%, UniCredit avançou 1,34% e Banca Monte dei Paschi di Siena avançou 0,09%.

Em Madri, o índice Ibex-35 fechou em alta de 0,21%, para 8.468,00 pontos, com Santander em alta de 0,66% e Banco Popular Español ganhando 1,59%. Em Lisboa, o PSI-20 avançou 0,10%, para 4.705,80 pontos, beneficiado pela alta de 1,21% da Altri e de 0,90% do Banco BPI, embora Galp Energia tenha recuado 1,57%. (Com informações da Dow Jones Newswires)