21°
Máx
17°
Min

Bolsas da Europa têm forte alta com petróleo e reavaliação de estímulos do BCE

As principais praças europeias fecharam em forte alta nesta sexta-feira, 11, em meio ao avanço do petróleo e com investidores digerindo melhor as últimas medidas de estímulo do Banco Central Europeu (BCE). O bom desempenho levou o índice pan-europeu Stoxx 600 a fechar aos 342,23 pontos, alta de 2,62% no dia e 0,12% na semana.

Após a forte volatilidade do pregão de quinta-feira, quando as bolsas foram às máximas com o anúncio de novos estímulos do BCE, mas terminaram com queda acentuada depois de comentários do presidente Mario Draghi descartando novos cortes de juros, os investidores vieram hoje com disposição renovada para reavaliar as medidas da autoridade monetária europeia.

As ações do setor financeiro foram particularmente beneficiadas por esse movimento, mais especificamente com a notícia das novas operações de refinanciamento de longo prazo direcionadas, as chamadas TLTROs. As ações do banco italiano Unicredit subiram 9,46%, enquanto o espanhol Banco Popular avançou 12,79% e o francês Société Générale ganhou 5,73%.

"Depois da forte tempestade do BCE ontem, acordamos hoje com um céu mais limpo. O sentimento de aversão ao risco diminuiu", disse Ipek Ozkardeskaya, analista da London Capital Group, em nota.

Outro fator que beneficiou os índices acionários foi o petróleo, que passou a subir após a Agência Internacional de Energia (AIE) afirmar que os preços da commodity podem já ter encontrado o seu patamar mais baixo. Em seu relatório mensal, a AIE disse que os preços têm sido sustentados pela diminuição da oferta global e previu ainda que a produção dos EUA diminuirá 530 mil barris por dia neste ano.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou aos 6.139,79 pontos, alta de 1,71% no dia mas queda de 0,96% na semana. Além dos banco, as ações de energia foram destaque: Shell subiu 1,86% enquanto BP avançou 1,52%. Já em Paris, o salto de 11,24% da ArcelorMittal ajudou o índice CAC-40 a encerrar aos 4.492,79 pontos, na máxima. No dia, a alta foi de 3,27%, enquanto na semana o ganho acumulado foi de 0,81%.

Em Frankfurt, o índice Dax subiu aos 9.831,13 pontos, alta de 3,51% no dia e 0,07% na semana. O destaque ficou com as ações da Thyssenkrupp, que lideraram os ganhos com avanço de 8,47%. Já o índice FTSE-Mib da bolsa de Milão subiu aos 18.987,75 pontos, alta de 4,80% no dia e 3,88% na semana.

Na Espanha, o índice Ibex-35 da bolsa de Madri subiu 3,69%, aos 9.090,60 pontos. Na semana, o ganho acumulado foi de 3,17%. Já em Portugal, o PSI-20 da bolsa de Lisboa avançou aos 5.003,42 pontos, alta de 2,49% no dia e 1,05% na semana. (Com informações da Dow Jones Newswires)