21°
Máx
17°
Min

Bolsas de Europa fecham em alta com petróleo e comentários de Yellen

As bolsas europeias fecharam em alta nesta terça-feira, 7, beneficiadas pelo bom desempenho dos contratos futuros de petróleo e por comentários feitos na segunda-feira, 6, pela presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Janet Yellen, que melhoraram o sentimento dos investidores. Nesse cenário, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 1,12%, aos 346,26 pontos.

O petróleo opera em alta e se mantém na casa do US$ 50 por barril na sessão desta terça, ajudado pelo dólar mais fraco ante algumas moedas e também por notícias sobre ataques de militantes contra instalações de petróleo da Nigéria, que fizeram o país perder o posto de maior produtor africano para Angola.

"A queda da produção na Nigéria deve flutuar, mas a natureza política e social do problema significa que essa situação deve perdurar", disse Bjarne Schieldrop, analista da SEB Markets. "No momento, esperarmos que os preços continuem a subir."

Outro fator de sustentação foi o discurso de Janet Yellen, feito após o fechamento de ontem na Europa. A presidente do Fed comentou a fraca geração de empregos em maio nos EUA e sinalizou uma intenção menor de elevar os juros nas próximas reuniões.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em alta de 6.284,53 pontos, desempenho bastante abaixo das demais bolsas da região, em meio a temores sobre a votação que decide a permanência do Reino Unido, em 23 de junho. A Shell liderou os ganhos com alta de 3,23% após anunciar cortes nos gastos. Na França, o índice CAC-40 da bolsa de Paris avançou 1,19%, aos 4.475,86 pontos. Os papéis da total tiveram o melhor desempenho, com ganho de 3,06%.

Em Frankfurt, o índice DAX subiu 1,65%, aos 10.287,68 pontos, enquanto o FTSE-Mib da bolsa de Milão avançou 1,99%, aos 17.975,49 pontos. Em Madri, o Ibex-35 subiu 0,80%, aos 8.894,50 pontos e, em Lisboa, o PSI-20 subiu 1,59%, aos 4.857,44 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires