22°
Máx
17°
Min

Bolsas de Nova York têm fraco fechamento após rali de 2 dias

As bolsas norte-americanas encerraram próximo da estabilidade no pregão desta quinta-feira, 26, marcado por perdas nos setores de energia, financeiro e de commodities. O índice Dow Jones fechou com recuo de 0,13%, aos 17.828,29 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,02%, aos 2.090,10 pontos. Na contramão, o Nasdaq avançou 0,14%, aos 4.901,77 pontos.

O fraco fechamento interrompe um rali de dois dias, no qual o Dow Jones e o S&P 500 acumularam alta de cerca de 2% em razão da expectativa de elevação da taxa de juro pelo Federal Reserve (Fed, o BC norte-americano).

O diretor do Fed, Jerome Powell, disse nesta quinta que pode ser apropriado para o BC norte-americano elevar "muito em breve" o juro, mas o ajuste deve ocorrer em ritmo gradual.

"Ninguém tem exata clareza em relação ao Fed", comentou Mark Harris, diretor de gestão de ativos da City Financial. "Parecemos ter saído de uma crise para outra (neste ano) e os BCs estão se esforçando para lidar com esses problemas", disse.

Nesta quinta-feira, papéis do setor financeiro listados no S&P 500 recuaram 0,6%, enquanto ações de telecomunicações, serviços públicos e consumo tiveram valorização com os ajustes de posições após vários dias de maior apetite por risco.

"Parece haver pouco consenso lá fora, então o mercado está mudando de direção repentinamente", afirmou Rob Bernstone, diretor de gestão de ativos do Credit Suisse.

As empresas de serviços públicos foram as que registraram o melhor desempenho dentro do S&P 500, com alta de 1,1%. Eversource Energy subiu 1,75%, enquanto Ameren avançou 1.5%.

Já papéis do segmento de energia devolveram os ganhos iniciais, acompanhando os preços do petróleo. O contrato do WTI para entrega em julho encerrou com perda de 0,02% na Nymex, cotado a US$ 49,48 por barril.

Empresas que atuam com commodities também exerceram pressão sobre o S&P 500, com a mineradora Freeport McMoRan terminando em baixa de 2,7%, e a Dow Chemical em recuo de 1,65%.

A ações da DuPont recuaram 1,9%, pesando sobre o índice Dow Jones.

Entre companhias de viagens, as operadoras de cruzeiros Carnival Corporation e Royal Caribbean Cruises perderam 4,1% e 2,2%, respectivamente. Delta Air Lines recuou 1,7%, American Airlines cedeu 2,05% e Southwest Airlines Co. Declinou 1,7%. Com informações da Dow Jones