22°
Máx
16°
Min

Bolsas de NY caem em dia de vencimento de contratos futuros

Os principais índices acionários de Nova York fecharam em queda nesta sexta-feira, 17, encerrando uma semana marcada pelas preocupações dos investidores com a possibilidade de o Reino Unido deixar a União Europeia - movimento apelidado de Brexit. Os negócios de hoje foram influenciados pelo "quadruple witching", o vencimento simultâneo de contratos futuros e de opções de índices e de ações, que gera volatilidade. Além disso, notícias negativas para a Apple pressionaram o setor de tecnologia.

O índice Dow Jones fechou em queda de 57,94 pontos (-0,33%), aos 17.675,16 pontos. Na semana, o índice acumulou baixa de 1,06%. Já o Nasdaq recuou 44,58 pontos (-0,92%) e fechou aos 4.800,34 pontos, caindo 1,19% na semana. O S&P 500 caiu 6,77 pontos (-0,33%) e encerrou o pregão aos 2.071,22 pontos, em queda acumulada de 1,92% na semana.

Traders e analistas disseram que não esperam muito da próxima semana, quando os britânicos decidem o futuro do seu país em relação ao bloco europeu.

"Parece que estamos em um barco vendo as nuvens negras se aproximando", disse Mohit Bajaj, da WallachBeth Capital. "A cautela atual do mercado parece similar à dos dias anteriores a uma forte onda de vendas no mercado... As pessoas estão atentas, imaginando se isso será em agosto ou no começo do ano", completou.

Ainda hoje, autoridades chinesas proibiram as vendas dos aparelhos iPhone 6 e iPhone 6 Plus em Pequim, alegando violação de patente de design. Como resultado, a Apple, que fabrica esses modelos, viu seus papéis recuarem 2,28%, pressionando o setor de tecnologia.

Já as companhias de energia observaram altas, em decorrência do avanço dos preços do petróleo nesta sexta-feira.

O petróleo WTI fechou em alta de 3,83%, a US$ 47,98 por barril na Nymex. Já em Londres, o Brent encerrou a sessão com valorização de 4,19%, a US$ 49,17 por barril. Como resultado, a Chevron ganhou 0,49%. (Com informações da Dow Jones Newswires)