22°
Máx
14°
Min

Bolsas de NY fecham em alta, apoiadas por ganhos do setor bancário

As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quarta-feira, 13, impulsionadas pelos ganhos do setor bancário, depois que o J.P. Morgan Chase & Co. viu suas ações subirem, na sequência da divulgação de um balanço melhor que o esperado.

O índice Dow Jones ganhou 187,03 pontos (1,06%) e fechou no maior patamar em cinco meses, aos 17.908,28 pontos; o S&P 500 subiu 20,70 pontos (1,00%), para 2.082,42 pontos; e o Nasdaq avançou 75,33 pontos (1,55%), aos 4.947,42 pontos.

As companhias do setor financeiro foram as grandes ganhadoras de hoje. O J.P. Morgan Chase & Co., o maior banco comercial dos EUA em ativos, subiu 4,23%. A instituição disse que suas receitas recuaram 3,4% no primeiro trimestre e que separou mais dinheiro para cobrir empréstimos que possam vir a apodrecer no futuro. O Bank of America ganhou 3,92%; o Goldman Sachs Group avançou 3,59%, e Citigroup disparou 5,61%.

Hoje, órgãos reguladores norte-americanos rejeitaram os planos entregues por cinco grandes bancos do país para o caso de uma possível falência, afirmando que eles precisam revisá-los significativamente até 1º de outubro, senão estarão sujeitos a sanções mais severas.

O ganhos da sessão refletem uma questão que o mercado mais amplo deve enfrentar. As projeções para os balanços do primeiro trimestre são sombrias, então os resultados que superam as expectativas podem impulsionar o mercado acionário. Mesmo que os números não sejam tão ruins, as expectativas não são otimistas, o que pode representar obstáculos para o rali que tem sido observado nas bolsas.

Na Nasdaq, a Apple, que viu seus papéis subirem 1,45%, e a Amazon.com, que subiu 1,93%, foram as que mais ganharam.

No terreno negativo está a Verizon Communications, que recuou 1,27%. Cerca de 36 mil trabalhadores das operações de telefonia fixa e de internet da Verizon entraram em greve hoje.

Na Europa, as bolsas encerraram o pregão em forte alta e nas máximas da sessão, impulsionadas por dados positivos do comércio exterior da China. O índice pan-europeu Stoxx 600 terminou com ganho de 2,52%, em 343,06 pontos.

A China divulgou, na madrugada desta quarta-feira, o resultado da balança comercial de março. No mês passado, as exportações subiram 11,5% na comparação com março de 2015, a primeira alta em nove meses e um avanço bem maior do que os 8,5% esperados por analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. (Com informações do Dow Jones Newswires)