26°
Máx
19°
Min

Bolsas de NY fecham em alta com otimismo com setor de consumo

As bolsas de Nova York tiveram o maior avanço diário em duas semanas nesta segunda-feira, 2, colocando os índices Dow Jones e S&P 500 próximos das suas máximas históricas.

Embora as ações tenham subido nas últimas semanas impulsionadas pelo aumento dos preços do petróleo e uma postura mais suave do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) em relação a juros, o rali tem se abrandado nas últimas sessões e dado espaço até para a realização de lucros, como a observada na semana passada.

Resultados corporativos recentes melhores do que o esperado também dão suporte à tendência de alta, também ajudada pela diminuição das preocupações econômicas globais.

Nesse contexto, os papéis de empresas de consumo tiveram o maior ganho da sessão desta segunda-feira, com a perspectiva da melhoria do cenário para os consumidores norte-americanos. Os papéis da Wynn Resorts subiram 6,77% e os da Amazon.com ganharam 3,68%.

Na contramão do otimismo, as ações da Apple cederam 0,11%, a oitava sessão consecutiva de perdas para a companhia. Esta é a mais longa série de baixas para a empresa desde julho de 1998 e é provocada pela queda nas vendas de iPhones.

Na sessão, o índice Dow Jones teve alta de 117,52 pontos (+0,66%), encerrando em 17.891,16 pontos. O Nasdaq ganhou 42,23 pontos (+0,88%), terminando em 4.817,59 pontos. E o S&P 500 avançou 16,13 pontos (+0,78%), para 2.081,43 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires