23°
Máx
12°
Min

Bolsas de NY fecham em alta, impulsionadas pelo rali do petróleo

As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quarta-feira, 20, impulsionadas pelo rali dos preços do petróleo, que deram apoio às ações de companhias de energia.

O índice Dow Jones ganhou 42,67 pontos (0,24%) e fechou aos 18.096,27; o S&P 500 avançou 1,60 ponto (0,08%), aos 2.102,40 pontos; e o Nasdaq subiu 7,80 pontos (0,16%), fechando aos 4.948,13 pontos.

Os mercados acionários têm avançado desde meados de fevereiro, com a redução dos temores sobre o crescimento econômico global, a recuperação dos preços do petróleo e a sinalização do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) de que as elevações das taxas de juros podem demorar mais do que era esperado.

Alguns investidores dizem que estão encorajados pelos ganhos mais amplos do mercado norte-americano. Mais companhias participaram do rali do que apenas alguns ganhadores, e os papéis de pequenas e grandes empresas têm avançado.

O setor de energia foi um dos grandes ganhadores da sessão, no S&P 500, e avançou 0,8%.

Os preços do petróleo subiram hoje, influenciados por uma queda maior do que a esperada dos estoques de destilados nos Estados Unidos.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato do barril WTI para junho fechou em alta de 4,03%, a US$ 44,18, enquanto o contrato para maio, que vence hoje, fechou em US$ 42,63, avanço de 3,77%. Na Intercontinental Exchange (ICE), o Brent para o junho subiu 4,02%, a US$ 45,80 por barril. Como resultado, a Chevron subiu 1,18% e a ExxonMobil ganhou 0,68%.

"Há uma noção de confiança de que o petróleo estabeleceu uma nova faixa de negociação", disse Giles Fitzpatrick, da Hannam & Partners.

Entre os maiores ganhadores, está a UnitedHealth, que viu seus papéis avançaram 2,63%. As ações da Intel subiram 1,27%, após a companhia divulgar seus resultados trimestrais e anunciar planos para cortar 11% de sua força de trabalho. Fonte: Dow Jones Newswires