22°
Máx
17°
Min

Bolsas de NY fecham em alta modesta, puxadas pela alta do petróleo

Os índices acionários de Nova York tiveram ganhos moderados na sessão desta quarta-feira, 8, puxados pela alta do petróleo, que fechou acima dos US$ 50 por barril pelo segundo dia consecutivo.

No fim da tarde desta quarta-feira, o Dow Jones subiu 66,77 pontos (+0,37%), e ultrapassou a barreira psicológica dos 18 mil pontos pela primeira vez em mais de um mês, fechando em 18.005,05. O S&P 500 ganhou 6,99 pontos (+0,33%) e encerrou o dia com 2.119,12 pontos. Já o Nasdaq avançou 12,89 pontos (+0,26%), aos 4.974.64 pontos.

O petróleo ganhou força hoje com a divulgação da balança comercial chinesa, que mostrou um aumento das importações de combustível em maio, na comparação anual. Um relatório divulgado semanalmente pelo Departamento de Energia (DoE) dos EUA também impactou a commodity, já que houve queda nos estoques do país.

"Ver o Dow Jones e o S&P 500 finalmente se sobrepondo aos recordes alcançados em 2015 seria o desenvolvimento otimista no curto prazo", aponta Frank Cappelleri, diretor na Instinet LLC.

O mercado também vem reagindo ao comentário dovish da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central do EUA), Janet Yellen, na segunda-feira, quando deu sinais de que a próxima alta nos juros americanos pode não estar tão próxima quanto se imaginava. "Ao tirar a demarcação temporal de sua fala, Yellen encorajou uma demanda maior por ações", afirmou Ian Winer, diretor administrativo na Wedbush Securities. Fonte: Dow Jones