21°
Máx
17°
Min

Bolsas de NY fecham em queda com expectativas renovadas de alta de juros nos EUA

As bolsas de Nova York fecharam em queda nesta terça-feira, 17, pressionadas por dados econômicos positivos que realimentaram temores de que os juros nos EUA possam subir mais do que o mercado vem precificando este ano.

O índice Dow Jones fechou em queda de 180,73 pontos (-1,02%), aos 17.529,98 pontos. O S&P 500 recuou 19,45 pontos (-0,94%), aos 2.047,21 pontos, e o Nasdaq cedeu 59,73 pontos (-1,25%), aos 4.715,73 pontos.

O índice de preços ao consumidor (CPI) teve alta de 0,4% em abril na comparação com março, a maior alta mensal desde fevereiro de 2013. As construções de moradias iniciadas avançaram 6,6% em abril na mesma base de comparação, e a produção industrial cresceu 0,7%, o maior avanço desde novembro de 2014, acima da estimativa de +0,3%.

Após a divulgação dos números, dirigentes do Fed voltaram a defender a possibilidade de um novo aperto monetário já na reunião de junho. Dennis Lockhart, da regional de Atlanta, John Williams, de San Francisco, e Robert Kaplan, de Atlanta, sinalizaram que a reunião de junho é "viva", um

jargão que significa que ela será usada para discutir o aumento ou não de juros.

As ações de empresas produtos básicos de consumo e serviços públicos lideraram as perdas. Estes setores incluem companhias que sempre pagam dividendos e que se tornaram favoritas de parte de investidores nos últimos meses, em meio a um cenário de juros persistentemente baixos e retornos escassos em outros mercados.

Nas últimas semanas, as ações têm mostrado dificuldade em firmar em uma direção. O índice Dow Jones fechou em sentido diferente ao da sessão anterior nos últimos seis pregões.

"Estamos basicamente na espera, não convencidos de um grande rali nem de uma liquidação de ativos", disse Omar Aguilar, analista da Charles Schwab Investment Management. "Muitos estão esperando mais sinais da economia global."

Todos os setores terminaram em queda, à exceção do de energia. Amparado pela alta do petróleo, ele subiu 0,23% na sessão. Fonte: Dow Jones Newswires