22°
Máx
14°
Min

Bolsas de NY fecham sem direção definida em dia de alta do petróleo

Os índices Dow Jones e S&P fecharam em alta na sessão desta terça-feira, 7,influenciados pela valorização do petróleo, que puxou os papéis das empresas de energia. O Nasdaq, por sua vez, foi pressionado pela queda das ações de biotecnologia e encerrou o dia em queda.

No fim da tarde desta terça-feira, o Dow Jones subiu 17,95 pontos (+0,10%), aos 17.938,28 pontos, após chegar aos 18 mil pontos pela primeira vez em mais de um mês. O S&P 500 ganhou 2,72 pontos (+0,13%) e fechou aos 2.112,13 pontos, perto da máxima histórica de 2.130,82 pontos. Já o Nasdaq caiu 6,96 pontos (-0,14%), aos 4.961,75 pontos.

Relatos de cortes na produção de petróleo na Nigéria impulsionaram os contratos da commodity, aliviando as preocupações sobre os excedentes do produto no mercado.

Com os preços do petróleo subindo durante todo o dia, o setor de energia liderou os ganhos desta terça-feira. As ações da Chevron, por exemplo, subiram 2,15% e as da ExxonMobil ganharam 1,37%.

As companhias de cuidados com a saúde foram as que lideraram as perdas do dia NO S&P 500, recuando 0,7%. A Valeant Pharmaceuticals International viu seus papéis recuarem 15% depois de reduzir suas estimativas para performance financeira.

Nos últimos três meses, os papéis de empresas ligadas a energia subiram mais de 10%. A crise no setor vinha de seis trimestres consecutivos de queda, portanto a recuperação do preço do petróleo desde fevereiro pode melhorar a perspectiva dessas companhias.

"O petróleo tem continuado a se fortalecer, o que dá a perspectiva de que, em algum momento, veremos uma recuperação nos ganhos do S&P 500", disse Doug Foreman, diretor de investimentos na Kayne Anderson Rudnick Investment Management. Fonte: Dow Jones Newswires