27°
Máx
13°
Min

Bolsas de NY fecham sem direção única com cautela antes da decisão do Fed

As bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta terça-feira, 15, em meio à cautela dos investidores antes da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Embora não haja expectativas de mudança na taxa de juros nesta reunião, os investidores querem observar com cuidado o comunicado da instituição, as projeções e as declarações da presidente, Janet Yellen, em entrevista à imprensa.

Os movimentos de hoje vieram após uma ampla recuperação das ações nos EUA durante o mês passado. "Estamos ficando sem força", comentou Jeremy Zirin, estrategista chefe para ações do UBS Wealth Management Americas.

O índice Dow Jones fechou com alta de 22,40 pontos (0,13%), aos 17.251,53 pontos. O Nasdaq caiu 21,61 pontos (0,45%), para 4.728,67 pontos; e o S&P 500 recuou 3,71 pontos (0,18%), para 2.015,93 pontos. O índice de companhias do setor de energia do S&P 500 fechou em baixa depois de os contratos futuros de petróleo registrarem mais uma sessão de queda.

No noticiário macroeconômico, as vendas no varejo dos EUA caíram 0,1% em fevereiro ante janeiro, enquanto as vendas no varejo de janeiro foram revisadas de +0,2% para -0,4%. Para Scottt Wren, estrategista de ações globais do Wells Fargo Investment Institute, esses dados não são suficientes para apagar os indicadores bons divulgados recentemente, incluindo o forte relatório mensal de empregos de fevereiro.

Entre os destaques corporativos, a Valeant Pharmaceuticals caiu 51% depois de cortar suas projeções para o trimestre atual e informar um inesperado prejuízo no quarto trimestre do ano passado. O movimento derrubou outras empresas farmacêuticas, como Mallinckrodt, que recuou 15% e teve um dos piores desempenhos dentro do índice S&P 500, e Eli Lilly, que perdeu 3,6%.

Na ponta positiva, Apple subiu 2,01%, depois de o Morgan Stanley afirmar em relatório que a demanda por iPhones durante este primeiro trimestre está acima das expectativas dos analistas. Fonte: Dow Jones Newswires