22°
Máx
17°
Min

Bolsas de NY sobem com recuperação de bancos em dia de menor temor com Deutsche

As bolsas de Nova York fecharam em alta significativa nesta sexta-feira, 30, puxadas pelas ações de bancos, que se recuperaram das fortes quedas de ontem. Rumores de que o Deutsche Bank poderá pagar uma multa menor do que a designada anteriormente levaram as bolsas a subirem mais de 1% durante a tarde.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,91%, aos 18.308,15 pontos; o Nasdaq ganhou 0,81%, aos 5.312,00 pontos; e o S&P 500 avançou 0,80%, aos 2.168,27 pontos. Na semana, os índices acumularam alta de 0,26%, 0,12% e 0,17%, nesta ordem. Em todo o mês de setembro, no entanto, os índices tiveram comportamentos mistos. Enquanto o Dow Jones e o S&P 500 recuaram 0,50% e 0,12%, nesta ordem, o Nasdaq subiu 1,89%.

As ações de bancos já avançavam pela manhã com os investidores realizando uma correção, após as fortes perdas dos últimos dias devido a preocupações com a saúde financeira do Deutsche Bank e os seus riscos para o sistema bancário da Europa. Um impulso veio na hora do almoço depois de uma notícia da agência AFP de que o Deutsche Bank, o maior credor da Alemanha, está se aproximando de um acordo para resolver uma investigação sobre títulos hipotecários nos EUA, pagando uma multa de US$ 5,4 bilhões, bem abaixo da proposta original do Departamento de Justiça dos EUA, DE US$ 14 bilhões.

As ações do Deutsche Bank caíram 9%, para menos de 10 euros, no início dos negócios em Frankfurt - seu menor preço em décadas -, antes de se recuperarem e fecharem em alta de 16,13% no índice DAX, em Frankfurt, com os rumores positivos. Em Nova York, os papéis do Bank of America, JP Morgan e Citigroup aceleraram 3,23%, 1,43% e 3,12%. O índice que reúne as ações de bancos registrou avanço de 14%. Fonte: Dow Jones Newswires