23°
Máx
12°
Min

Bolsas europeias fecham a semana majoritariamente em alta

As bolsas europeias se recuperaram das preocupações causadas no meio da semana pela ata da reunião de abril do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e fecharam em alta consistente nesta sexta-feira, 20. Com o resultado de hoje, a maioria dos índices conseguiu encerrar a semana no azul. O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 1,23%, aos 338,01 pontos, acumulando ganho de 1,00%.

O resultado foi puxado pelos setores de mineração e energia, cujos papéis subiram a despeito de uma queda do petróleo e do cobre. As ações da britânica Anglo American subiram 3,63%, enquanto a da luxemburguesa ArcelorMittal, cujas ações são listadas em Paris, avançaram 0,79%. Entre as petrolíferas, a anglo-holandesa Shell subiu 1,94%, enquanto a italiana Eni teve ganho de 1,59%.

se ganhos desta sessão acontecem "ao passo que as preocupações sobre o ritmo de alta de juros dos Estados Unidos diminuem com o fim da semana", disseram analistas da Accendo Markets, em nota.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou aos 6.156,32 pontos, alta de 1,70% no dia e 0,29% na semana, beneficiado também pelo desempenho das incorporadoras, que avançaram com a crescente confiança de que o eleitorado britânico vai votar contra a saída do Reino Unido da União Europeia. Destaque para o avanço da Barratt Developments, que avançou 3,94%.

Em Frankfurt, o DAX subiu aos 9.916,02 pontos, alta de 1,23% no dia mas queda de 0,37% na semana. Os ganhos foram liderados pela Adidas, que subiu 3,29%. Os papéis da Daimler (+0,75%) tiveram desempenho aquém das demais montadoras alemãs após a companhia afirmar que a previsão para 2016 pode ser afetada pela fragilidade no mercado dos EUA e pela crise no Brasil.

Em Paris, o índice CAC-40 fechou aos 4.353,90 pontos, na máxima (1,67%), com destaque para as ações da Sanofi, que subiram 3,16%. Em Milão, os papéis do Unicredit tiveram um dos melhores desempenhos do dia, subindo 7,59% após relatos de que o banco estava revisando seus planos de venda de ativos. O índice FTSE-Mib da bolsa de Milão avançou 1,52%, aos 17.812,35 pontos, terminando a semana com ganho de 0,47%.

Em Madri, o Ibex-35 subiu aos 8.771,20 pontos, alta de 1,11% no dia e 0,57% na semana. Em Lisboa, o PSI-20 teve ganho de 0,95%, aos 4.870,95 pontos. Na semana, a perda foi de 0,40%.(Com informações da Dow Jones Newswires)