21°
Máx
17°
Min

Bolsas europeias fecham em alta pela quarta sessão consecutiva

Os principais índices acionários da Europa fecharam nesta sexta-feira, 1, em nova alta, a quarta consecutiva, com os investidores ainda repercutindo as declarações feitas ontem pelo presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês). Indicadores positivos da região também foram responsáveis pelo maior apetite por risco.

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,72% hoje e fechou aos 332,24 pontos. No início da semana, a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia pesou sobre as bolsas, que registraram queda acentuada na segunda-feira. No dia seguinte, no entanto, os investidores começaram a realizar as perdas e aproveitaram para procurar barganhas. Durante o resto da semana, o apetite por risco foi incentivado pela percepção de que os bancos centrais estão preparados para lidar com o Brexit. Com isso, todos os índices acumularam altas, e o Stoxx 600 subiu 3,18% na semana.

Londres, que apagou as perdas pós-Brexit na quarta-feira, avançou 1,13%, com o FTSE 100 fechando aos 6.577,83 pontos. Entre os destaques positivos de hoje estava a Fresnillo, mineradora que explora metais preciosos. Puxada pela alta do ouro, a empresa fechou em alta de 7,06%, enquanto a concorrente Randgold Resources avançou 4,34%. No acumulado da semana, o FTSE 100 subiu 7,15%.

O DAX, índice de Frankfurt, subiu 0,99% e fechou aos 9.776,12 pontos, com alta acumulada de 2,29% na semana. O índice gerente de compras (PMI) industrial da Alemanha, divulgado pela Markit hoje, atingiu o maior nível em 28 meses e puxou as ações ligadas à indústria. A Thyssenkrupp, por exemplo, avançou 5,58%, enquanto a Volkswagen subiu 4,94%.

O FTSE Mib, de Milão, avançou 0,61% e encerrou a sessão aos 16.295,78 pontos, acumulando avanço de 3,64% na semana. Os bancos tiveram um comportamento misto, com o Intesa Sanpaolo caindo 1,29% e o Banca Monte dei Paschi di Siena avançando 0,87%. O Unicredit, que anunciou ontem um novo diretor-executivo, recuou 4,92%.

Em Paris, o CAC 40 fechou em alta de 0,86%, aos 4.273,96 pontos, e acumulou ganhos de 4,07% na semana. Entre os destaques de hoje estão a ArcelorMittal, que avançou 7,55%, e a Peugeot, com alta de 6,70%.

Madri acumulou ganhos de 6,18% na semana e só ficou atrás de Londres. Hoje, o Ibex 35 avançou 1,29% e encerrou o dia aos 8.268,90 pontos. A Acerinox, fabricante de aço inoxidável, esteve entre as empresas que registraram os maiores ganhos, com 4,37%.

O PSI 20, de Lisboa, fechou o dia com alta de 0,83%, aos 4.490,70 pontos. Na semana, o ganho acumulado do índice é de 2,95%. O destaque positivo ficou com a Altri, que avançou 4,99%. (Com informações da Dow Jones Newswires)