23°
Máx
12°
Min

Bolsas europeias fecham em queda, com cautela antes de decisões do Fed e do BoJ

As bolsas europeias iniciaram a semana registrando retrações, num sinal de cautela entre os investidores antes das reuniões de política monetária de dois dos mais importantes bancos centrais do mundo - dos EUA e do Japão -, que ocorrem nos próximos dias. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,51%, aos 346,68 pontos, nesta segunda-feira, 25.

Analistas comentam que os volumes negociados em algumas praças, como Frankfurt, foram contidos, influenciados também pela decepção com o índice de sentimento das empresas alemãs, calculado pelo instituto Ifo. O indicador caiu de 106,7 em março para 106,6 em abril, quando a previsão era de avanço a 107,0.

A bolsa de Frankfurt fechou em queda de 0,76%, aos 10.294,35 pontos, puxado pelo recuo de cerca de 4% nas ações do Deutsche Bank e do Thyssenkrupp.

Os papéis dos bancos europeus foram afetados pelas expectativas em torno das decisões do Federal Reserve (Fed, o BC americano) e do Banco do Japão (BoJ, o BC japonês). Em Paris, as ações do BNP Paribas caíram 2,40% e as do Credit Agricole baixaram 2,27%, enquanto em Londres os papéis do HSBC recuaram 1,49% e em Madri os do Santander cederam 2,01%.

Embora os economistas praticamente descartem uma alteração de juros nos EUA neste mês, é grande a ansiedade em torno de indícios que apontem como a instituição deverá conduzir a normalização monetária no país, ainda mais após dirigentes revelarem recentemente visões divergentes sobre o tema. No caso do Japão, a expectativa gira em torno de possíveis novas medidas de estímulo à economia.

Diante das incertezas, os investidores preferiram desfazer posições mais arriscadas, levando para o vermelho sobretudo as ações de empresas ligadas a commodities. As mineradoras foram destaques de baixa nesta sessão em Londres, com Anglo American (-7,33%), BHP Billiton (-5,80%) e Rio Tinto (-4,16%) pressionando o índice FTSE-100, que fechou em queda de 0,78%, aos 6.2860,92 pontos.

As ações da ArcelorMittal (-4,79%) e da Technip (-2,71%) levaram o CAC-40, da bolsa de Paris, a recuar 0,52%, para 4.546,12 pontos. Em Madri, a retração foi de 1,01%, para 9.140,00 pontos, ao passo que Milão teve baixa mais acentuada, de 1,52%, aos 18.403,23 pontos. Em Lisboa, o índice PSI-20 caiu 0,59%, para 5.067,62 pontos.